Informativo

O Comitê Olímpico do Brasil divulga nova nota sobre pandemia de coronavírus

COB tomou diversas decisões sobre sua programação nas próximas semanas, cancelando eventos, viagens e a presença de público em competições. Convocou também os presidentes das Confederações Olímpicas para reunião na quarta-feira, no Rio

Bragança Paulista – Diante dos recentes acontecimentos envolvendo o avanço do coronavírus (COVID-19) no mundo, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) comunica que:

– Tem como prioridade a preservação da saúde e da integridade física dos atletas e de todos os demais envolvidos na preparação da delegação brasileira para os Jogos Olímpicos Tóquio-2020, além dos participantes de eventos esportivos, como treinadores, árbitros, imprensa, colaboradores e público em geral

– Convocou os presidentes ou representantes das Confederações Brasileiras Olímpicas para uma reunião de trabalho na quarta-feira (18/3), em sua sede, no Rio de Janeiro, para tratar de ações relacionadas ao tema

– Enviou na quinta-feira (12/3), novas orientações às Confederações Brasileiras Olímpicas quanto aos procedimentos administrativos relativos à utilização dos recursos da Lei das Loterias

– Cancelou a realização do Festival 100 dias para Tóquio, que seria organizado nos dias 18, 19 e 21 de abril, em Brasília

– Da mesma forma, está cancelado o Encontro Olímpico que seria realizado no dia 02 de maio, no CT Time Brasil, onde o COB passaria orientações aos atletas brasileiros já classificados para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020

– Não enviará mais representantes para a visita de inspeção ao Japão que seria realizada de 15 a 22 de março

– Definiu que a Seletiva Olímpica de Natação, que acontecerá no Parque Aquático Maria Lenk, entre 20 e 25 de abril, será realizada sem a presença de público

– Segue dando suporte para que a preparação e classificação de atletas e equipes do Brasil sofram o mínimo de impacto, dentro do cenário atual. Portanto, o COB, em conjunto com as Confederações Brasileiras Olímpicas, avalia alternativas para os eventos realizados no Brasil, como realizar competições com portões fechados, adiar ou mesmo o cancelar as mesmas, caso seja necessário

– Desde o início do ano, já emitiu dois comunicados sobre o coronavírus às Confederações. O primeiro, em janeiro, trazia orientações preventivas aos atletas e comissões técnicas, com o objetivo de reduzir o risco de infecção. No mês seguinte, a entidade recomendou que quaisquer informações e atualizações relativas ao assunto fossem repassadas à comunidade esportiva, inclusive envolvendo viagens para países com alto risco de transmissão

– Em relação a eventos no exterior e, principalmente, aos Jogos Olímpicos Tóquio-2020, o COB segue acompanhando e respeitando os posicionamentos das Federações Internacionais, do Comitê Olímpico Internacional (COI) e do Comitê Organizador de Tóquio-2020. Reitera-se a confiança absoluta nestas instituições.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário